Episódio 2 – Manias (em 10 de agosto de 2010)

SUPERANDO OS DIAS SEM CARBOIDRATO….


Estou bem adaptada a dieta “leve”, apesar de ainda sentir dificuldades em fazer as três principais refeições, ainda não sinto fome no café da manhã e almoço, compreensível uma vez que passei anos não fazendo essas refeições. Sem dúvida é um dos grandes desafios da dieta, aprender a me alimentar com regularidade e com horários relativamente adequados, além é claro da necessidade de beber pelo menos 2 litros de água.

Até hoje minha preferência sempre foram os doces e eles representavam pelo menos 80% da minha alimentação. Chamo de doces, os doces propriamente, as tortas recheadas, os bolos, biscoitos, sorvetes, chocolates e refrigerantes. Assim sendo, a partir de hoje tudo sobre a nova fase da dieta será uma novidade, uma conquista.

Para enfrentar essa nova etapa vou contar com a companhia imprescindível da minha parceira Cynthia Howlett que vai me acompanhar nas compras no supermercado para dar “uma força” na escolha dos alimentos. Além de me dar várias dicas “saudáveis”, ela me ajudou a ter a oportunidade de enfrentar “cara a cara” todos aqueles alimentos que no passado eram irresistíveis e que agora já consigo vê-los de forma diferente, não me deixo seduzir. Avalio o custo X benefício e sigo em frente, optando por escolhas que façam a diferença na minha saúde.

Com as conquistas que a dieta vem me trazendo começo a sentir necessidade de me exercitar e como gosto de água, comecei a caminhar na piscina. Ainda é um exercício moderado, mas já é um começo!!!!


Observei que ainda estou inchada e procurei a Onodera Estética aqui na Barra da Tijuca para fazer um tratamento que auxilie nesse processo de emagrecimento. Vou começar com drenagem linfática, que vai auxiliar na melhora da circulação sanguínea, eliminando toxinas, diminuindo a retenção hídrica, além de ativar a oxigenação celular e nutrição dos tecidos. Me sinto muito melhor!!!

O PRIMEIRO GRANDE DESAFIO: VIAJAR!!!!!

Como já havia falado anteriormente, nesse momento enfrento meu grande desafio desde o inicio da dieta: vou viajar para visitar meus filhos, noras e netos.

Para minha alegria, o tempo todo em que estive viajando, contei com o apoio, carinho, atenção e colaboração do meu marido, aliás parceiro incansável, filhos, noras e cunhadas (os).

Quando me viram fizeram a maior festa, me acharam “magra”, coisa de filhos, né!!!.  Minha nora Bruna  se esmerou nas receitas “diet” permitidas e meu marido e filhos escolheram “ a dedo” os  restaurantes em q não tive dificuldades em comer meu filé grelhado com salada ou peixe com  molho de camarão            ( tudo isso eu devo a dieta Leve).

No meio da viagem, entrei novamente na dieta zero  carboidrato, mas mesmo assim não tive dificuldades em seguir a  dieta, exceto no segundo e terceiro dia, que me deixaram um pouco  mais sonolenta e sem muita disposição pra brincar com as crianças.

Meus filhos se encarregaram de preparar um churrasco especial de  almoço de despedida com muito filé, picanha, linguiça e coxinha de    frango. Pra finalizar gelatina diet. Parece incrível que esse cardápio  seja permitido na minha dieta.

É importante ressaltar que a dieta que eu faço é específica pra mim, para o meu diagnóstico!!!!

Em seguida viajamos para visitar meu sogro, cunhados e cunhadas. Fui super elogiada, me acharam “bem mais magra”, apesar de na balança os números não serem tão significativos, a aparência é muito diferente, parece que já emagreci bastante. Como sempre, fui muito bem recebida por todos. Minha cunhada e amiga me preparou um filé com omelete deliciosos.


Toda vez que visto uma roupa que fica mais larga ou escuto elogios, ou percebo a surpresa no olhar das pessoas, me sinto cada vez mais motivada a continuar minha jornada.  Enfim, venci todas as tentações e voltei sã e salva e ainda mais magra. Eu consegui!!!!

« Episódio 1- Obesidade Episódio 3 – Herança »
Desenvolvido por Juliana Apolo e
Studio 9 - Web Solutions