Episódio 1- Obesidade (em 3 de agosto de 2010)

Queridas(os) Parceiras(os)…

Hoje pela manhã encontrei a Cynthia pela primeira vez. Ela acompanhará toda a minha  jornada. Foi um encontro permeado de vários sentimentos como a ansiedade, empolgação, motivação e expectativas.

Nesse momento realizo o sonho que construi ao longo de vários anos e que agora se torna uma realidade. Me sinto emocionada ao dar o primeiro passo em direção à um caminho que percorrerei por todos os dias de minha vida. A partir de hoje sei que não estarei mais sozinha nessa jornada.


Estarei acompanhada por várias pessoas que poderão se identificar com a minha estória, com os meus dilemas. Espero motivá-las a me seguirem nesse processo de mudanças na maneira de pensar, de me comportar, no meu estilo de vida e de hábitos alimentares.

Hoje tive também a primeira consulta com os médicos que irão  me acompanhar durante todo esse processo, Dr. Alexandre  e  Cristiano Merheb.  A proposta deles é valorizar a perda de medidas e não me preocupar com a balança.


Estou com 104,60 Kg e o diagnóstico é de Hiperinsulinismo.  Farei uma dieta diferenciada, não convencional.

 

Alternarei períodos de deita com zero carboidrato sem nenhuma atividade física, por outro período de dieta leve, acompanhada de exercícios físicos   ( exceto na primeira vez que fizer essa dieta ). A dieta de zero carboidrato me permite basicamente comer apenas carnes em qq quantidade, queijos amarelos e ovos. Como sobremesa poderei comer gelatina diet.Os refrigerantes diets tb são permitidos em pequenas quantidades. Na dieta leve poderei comer carnes magras, queijos, inclusive os brancos, algumas frutas, legumes e verduras e após as atividades físicas, poderei comer em pequena quantidade arroz, feijão, milho e farofa. Continuo só podendo comer gelatina diet de sobremesa.

* No primeiro dia da dieta de zero carboidrato, me senti ótima e muito empolgada. Também passei a fazer uso de um aparelho chamado CPAP, que ajudará no tratamento da apnéia, que hoje está em níveis bem alto.

* Nos 2 primeiros dias da dieta de zero carboidrato, me senti ótima, nem parecia q estava de dieta, afinal podia comer carne a vontade, que eu adoro, ovos, q eu tb adoro comer e queijos.

* No terceiro, quarto e quinto dia, me senti com muito sono e sem disposição pra fazer nada. Não me sentia fraca, apenas me faltava animo. Sentia muita falta de doce, de açúcar mesmo. Não sabia identificar se era pela falta dos refrigerantes, dos doces, dos biscoitos, dos chocolates ou dos sorvetes, mas meu organismo pedia doce, ainda q fosse uma colher de açúcar.
* Já a partir do 6° dia da dieta, voltei a me sentir bem disposta e animada para os afazeres do dia a dia. A tarde choveu e esfriou e fatalmente senti um desejo enorme de tomar um chocolate quente com uma generosa fatia de bolo de preferência recheado, mas enfrentei com muita determinação a essa primeira tentação e substitui esse desejo por uma xícara de chá bem quente com adoçante. Nesse dia fiquei muito feliz pois já percebo q meu rosto já está bem mais fino.
* No 7° dia da dieta, continuou chovendo o dia todo e à noite tb, mas dessa vez não me senti tentada a comer nada fora do q a dieta me permiti, nem vontade de comer guloseimas. A noite senti muita falta de doce, que contornei comendo gelatina diet e chá quente com adoçante. Estou cada vez mais motivada e feliz com os resultados que venho conquistando. Sinto que estou murchando.
* No 8° dia da dieta acordei me sentindo indisposta, com um mal estar na cabeça. Creio q uma nova crise de labirintite começa a me incomodar. Trabalhei o dia todo no consultório e fiquei muito empolgada com os comentários dos meus pacientes qto aos resultados visíveis da minha dieta e a transformação no meu rosto e corpo.
* No 9° dia da dieta acordei bem cedo e muito bem disposta. Trabalhei a manhã toda no consultório e como o dia estava muito corrido e pra não deixar de comer na hora doa almoço, comi gelatina em maior quantidade. Tanto o café da manhã como o almoço ainda são um desafio muito grande.

Como durante muitos anos deixei de fazer essas refeições, ainda me sinto sem fome nesses horários, mas tenho comido mesmo que um pouquinho com o intuito claro de mudar os meus hábitos alimentares.

Desafio maior ainda é beber água. Tenho muita dificuldade e ainda estou num processo muito lento nesse sentido. Estou muito curiosa para a consulta de hoje à noite com os meus médicos  Dr. Alexandre e Cristiano Merheb e saber os resultados que conquistei nesses primeiros dias. Me sinto ótima, bem disposta, mais saudável e muito motivada.

« Vai começar o grande desafio… Episódio 2 – Manias »
Desenvolvido por Juliana Apolo e
Studio 9 - Web Solutions